+351 262 824 654
+351 966 884 333

geral@livrariaalfarrabista.com
AUTORES
Adolfo Casais Monteiro
Adolfo Coelho
Afonso Correia
Afonso Duarte
Afonso Lopes Vieira
Agustina Bessa Luís
Al Berto
Alberto Bramão
Alberto de Lacerda
Alberto de Serpa
Alberto de Sousa
Alberto Ferreira
Alberto Pimenta
Alberto Pimentel
Albino Forjaz de Sampaio
Albino Lapa
Alexandre Herculano
Alexandre O´ Neill
Alfredo Gândara
Alfredo Lamas
Alfredo Mesquita
Alfredo Pimenta
Alice Vieira
Almeida Garrett, J. B. De
Alvaro Feijó
Alves Redol
Amália Rodrigues
Ana Hatherly
André Breton
Antero de Figueiredo
Antero de Quental
António Aleixo
António Aragão
António Barahona da Fonseca
António Botto
António de Cértima
António de Navarro
António dos Santos Rocha
António Feijó
António Feliciano de Castilho
António Ferro
António Gedeão ( Rómulo de Carvalho )
António José Forte
António Lobo Antunes
António Maria Lisboa
António Nobre
António Patrício
António Pedro
António Ramos Rosa
Antunes da Silva
Aquilino Ribeiro
Armando Ferreira
Armindo Rodrigues
Artur Anselmo
Augusto Abelaira
Augusto Gil
Augusto Reis Machado
Azinhal Abelho
Baltazar Estaço
Baptista Bastos
Bento Carqueja
Brandao de Brito
Branquinho da Fonseca ( António Madeira )
Cabral do Nascimento
Caldwell
Camilo Castelo Branco
Carlos de Oliveira
Carlos de Passos
Carlos Drummond de Andrade
Carlos Eurico da Costa
Carlos Ferrão
Carlos Selvagem
Castro Soromenho
Celestino Gomes
Cesário Verde
Chagas Franco
Costa Barreto
Cruzeiro Seixas
Cunha Leal
Daniel Filipe
David Mourão Ferreira
Dino Preti
Diogo Caminha
Diogo do Couto
Domingos Monteiro
E. M. de Melo e Castro
Eça de Queiroz
Eduardo de Noronha
Eduardo Gageiro
Eduardo Scarlatti
Elísero Pinto
Eugénio de Andrade
Eugénio de Castro
Faure da Rosa
Federico García Lorca
Fernanda Botelho
Fernanda de Castro
Fernando Guimarães
Fernando Lopes Graça
Fernando Namora
Fernando Pessoa
Ferreira de Castro
Florbela Espanca
Francisco de Sousa Neves
Francisco Rodrigues Lobo
Franco Nogueira
Gentil Marques
Gervásio Lima
Gervásio Lobato
Gomes de Brito
Graça Pina de Morais
Guedes de Amorim
Helder de Macedo
Helena Malheiro
Henrique Galvão
Herberto Helder
Hipólito Raposo
Irene Lisboa
J. V. Jorge
Jaime Cortesão
João Barreira
João Cesar Monteiro
João de Araújo Correia
João de Barros
João de Deus
João Gaspar Simões
João Miguel Fernandes Jorge
Joaquim Leitão
Joaquim Manuel Magalhães
Joaquim Paço D´Arcos
Joaquim Pessoa
Joaquim Vieira Natividade
Jorge de Sena
Jorge Guimarães
Jorge Luis Borges
José Bento Alves
José Blanc de Portugal
José Cardoso Pires
José Carlos Ary dos Santos
José de Almada Negreiros
José Duro
José Ferreira Monte
José Gomes Ferreira
José Jorge Letria
José Loureiro Botas
José Luandino Vieira
José Malhoa
José Mascarenhas Pacheco Pereira Coelho de Mello
José Régio
José Rodrigues Migueis
José Saramago
José-Alberto Marques
Julieta Ferrão
Júlio Dantas
Julio de Castilho
Leonel Neves
Lourenço Chaves de Almeida
Luis de Sttau Monteiro
Luís Forjaz Trigueiros
Luís Varela Aldemira
Luís Veiga Leitão
Luiz de Figueiredo da Guerra
Luiz Pacheco
Luiza Neto Jorge
Magalhães Lima
Manuel Alegre
Manuel Bandeira
Manuel Breda Simões
Manuel da Fonseca
Manuel de Campos Pereira
Manuel de Sousa Pinto
Manuel Geraldo
Manuel Grangeio Crespo
Manuel Lima
Manuel Múrias
Manuel Pinheiro Chagas
Manuel Ribeiro
Manuel Vieira Natividade
Marcelo Caetano
Maria Alberta Menéres
Maria da Graça Azambuja
Maria Gabriela Llansol
Maria Lourdes de Castro
Maria Ondina Braga
Maria Teresa Horta
Mariano Calado
Mário Braga
Mário Cesariny de Vasconcelos
Mário Cláudio
Mário de Sá Carneiro
Mário Henrique Leiria
Mario Saa
Mário Soares
Máximo Lisboa
Mia Couto
Miguel Esteves Cardoso
Miguel Torga
Natália Correia
Natércia Freire
Noémia Seixas
Nuno de Montemor
Nuno Júdice
Orlando de Albuquerque
Pedro Dias
Pedro Homem de Mello
Pedro Mayer Garção
Pedro Oom
Pedro Tamen
Pedro Vitorino, Dr.
Políbio Gomes dos Santos
Rafael Bordalo Pinheiro
Rainer Maria Rilke
Ramalho Ortigão
Raul Brandão
Raul de Carvalho
Raul Leal
Raul Lino
Raúl Perez
Raul Rêgo
Raul Tamagnini Barbosa
Reynaldo dos Santos
Ricardo Reis
Rocha Martins
Rogério de Freitas
Romeu Correia
Ruben A
Rui de Melo
Rui Knopfli
Ruy Belo
Ruy Cannas
Ruy Cinatti
Salette Tavares
Samuel Maia
Sebastião da Gama
Sidónio Muralha
Silva Tavares
Soeiro Pereira Gomes
Sophia de Mello Breyner Andresen
Sousa Costa
Taborda de Vasconcelos
Teixeira de Pascoaes
Teixeira de Sousa
Telo de Mascarenhas
Teófilo Braga
Thiago de Melo
Tomás da Fonseca
Tomaz Tavares de Sousa
Urbano Tavares Rodrigues
Valeriano de Campos
Vasco Graça Moura
Vergilio Correia
Vergilio Ferreira
Victor Palla
Virgílio Arruda
Virgílio Martinho
Vitor Serrão
Vitorino Nemésio
Wenceslau de Moraes
Y. K. Centeno
História
Livros por página
(Ref. 23262)
Ano: 1944
Pôrto; Livraria Civilização; In-4º de 334(2) páginas; ilustrado; Brochado

"A história maravilhosa de um religioso português que viveu no Oriente misterioso a vida inteira. As aventuras de Fr. Sebastião Manrique na Índia dos rajás e das suas fabulosas riquezas.
O autor, que percorreu durante anos grande parte da Ásia, descreve-nos, em estilo colorido e vivo, «Goa dourada» dos séculos XVI e XVII, a grandeza do nosso Império às portas da decadência, a acção evangelizadora de S. Francisco Xavier, o Apóstolo das Índias..."
Exemplar com pequenos danos nas capas de brochura, miolo em bom estado de conservação.
Preço:
40€
(Ref. 23260)
Ano: 1928    2ª Edição
Rio de Janeiro; Livraria Editora Leite Ribeiro; In-4º de 262(2) páginas; Brochado

" O imperio é a edade de ouro do Brasil.
Quanto mais se estudam os factos do passado, quanto mais se analisam as nossas condições no pretérito, quanto mais exacto e mais rigoroso o paralelo que se trace do que eramos hontem e do que somos hoje, mais nitido, mais claro, mais impressionante se apresenta o quadro da nossa decadencia."
Exemplar com pequenos danos nas capas de brochura, possui duas assinaturas de posse no miolo.
Preço:
18€
(Ref. 23263)
Ano: 1941
São Paulo; Companhia Editora Nacional; In-8º de 834(2) páginas; Brochado

O autor descreve a vida dos personagens, apresentando seu modo cultural. A história começa apresentando o Senhor Yao com cerca de 40 anos; ele pratica o taoísmo, quem pode dizer se um acontecimento veio para o bem ou para o mal? Muitas vezes, o que parece um infortúnio resulta em boa sorte e o que aparentemente é um ganho acaba resultando em infelicidade. Os acontecimentos são passageiros e mutáveis, o mais importante é manter a tranqüilidade do espírito. Não deixe que os acontecimentos lhe perturbem e procure agir o mínimo possível, confiando no fluxo dos acontecimentos. A não ação de uma mente tranqüila pode ter conseqüências poderosas.

Magnólia, no início do livro com dez anos, é a heroína do romance. É a filha preferida do Senhor Yao, de quem é a maior admiradora. Tem inteligência vivaz e imaginativa. Aprecia antiguidades e a beleza. Queria ter nascido um menino porque os meninos podem estudar e têm todas as oportunidades.

Mochow, três anos mais nova, é prática e feminina. Gosta do trabalho caseiro e é realista. É preferível cuidar da própria vida e viver sem arroubos apaixonados.

A Senhora Yao representa um pólo mais ligado à cultura popular e a crenças consideradas supersticiosas. Ela tem sonhos com presságios e é amedrontada por espíritos.A Família Tseng cultiva uma tradição confucionista de um mundo que está em via de desaparecer. O pai é um funcionário publico de alto nível, um mandarim, e está preparando os três filhos para seguirem a sua carreira. Píngia, de cerca de 14 anos, é um rapaz sério e apaixonado por Mânia, uma prima pobre a quem está compromissado. Chínia, de 12 anos, é introspectivo e com dificuldades de relacionamento. Súnia, de 11 anos é gorducho, alegre e amigável. Mânia, de 12 anos, é a grande companheira de Magnólia. Representa um ideal de feminilidade de uma China mais clássica.

Magnólia impressiona o casal Tseng com sua beleza, vivacidade e inteligência. Logo eles pensam numa união por meio de casamento. Assim, o incidente que leva ao extravio de Magnólia é a chance de costurar as duas famílias. A família cujo confucionismo já não dá mais conta de acompanhar as mudanças na China com a família de filosofia taoísta que irá enfrentar essas mesmas transformações.

Ao mesmo tempo que o autor conta a vida e a cultura chinesas, ele nos fala de duas das três principais filosofias que regem o espírito chinês.

Exemplar bastante raro no mercado, possui pequenos danos na sobre-capa, bom estado de conservação.

Preço:
30€
(Ref. 23268)
Ano: 1988    1ª Edição
Mem Martins; Publicações Europa América; In-8º de 244 páginas; Ilustrado; Brochado

"O Domínio Romano em Portugal não encerra, de modo algum, o estudo do Portugal romano, que continua a ser um grande campo aberto à investigação. A sua função é a de compendiar e sistematizar os dados mais recentes, de modo a que se possam formular novos problemas e abrir novos caminhos de pesquisa."
Exemplar em bom estado de conservação.
Preço:
30€
(Ref. 23269)
Ano: s/d
Lisboa; Edição «Livros do Brasil»; In-8º de 178(14) páginas; Brochado

"Ciência de mistérios simbólicos, de doutrina oculta e perseguida, a Alquimia atraiu o estudo de sábios e filósofos, com os quais se confundiram mágicos e  alucinados e também charlatães, falsários e envenenadores."
Capa de António Pedro.
Exemplar em bom estado de conservação.
Preço:
18€
(Ref. 23270)
Ano: 1981
Lisboa; Sá da Costa; In-8º de 296(4) páginas; Ilustrado; Brochado

"... um clássico da historiografia portuguesa, uma obra de referência que traça o retrato vivo da vida quotidiana entre os séculos XII e XV. Através destas páginas amplamente ilustradas, ficamos a conhecer o que comiam e vestiam os homens e mulheres medievais, como eram as suas casas, os seus costumes, em que trabalhavam, as suas crenças e os seus afectos."
Exemplar em bom estado de conservação geral.
Preço:
17.50€
(Ref. 23242)
Ano: 1925    1ª Edição
Lisboa; Tipografia do Comércio; In-4º de 59(1) páginas mais estampas; Ilustrado; Brochado

"... com um esboço histórico dos inícios da litografia em Portugal."
Invulgar separata de "Arqueologia e História - IV" com uma tiragem limitada, numerada e assinada pelo autor de apenas 200 exemplares.
Exemplar em bom estado de conservação.

Preço:
30€
(Ref. 23194)
Ano: 1891
Paris; Félix Alcan éditeur; In-8º de IV 287 (1) 16 páginas; Encadernado

Conceituada obra, em francês, acerca dos povos primitivos dos diversos continentes.
Exemplar com sólida encadernação com ferros a ouro na pasta e lombada, miolo com ocasionais picos de acidez. Em bom estado de conservação geral. Possui assinatura de posse.
Preço:
40€
 1  2  3  4  5  6  7  8  9  10 | >> | Seguinte

 CARRINHO COM 16 ARTIGOS
Artigo
Preço€ 
A GATA e A FÁBULA
10.00€ 
ALMANACH historico, commercial, administrativo e industrial da CIDADE DO PORTO para 1883
175.00€ 
INÊS DE CASTRO - Estudo para uma série de lições no curso de História de Portugal
75.00€ 
TEATRO DE CAMÕES (Anfitriões, El-Rei Seleuco e Filodemo)
30.00€ 
JOSÉ RÉGIO e a História do Movimento da "Presença"
30.00€ 
JORNADA DE ÁFRICA
17.50€ 
A COLINA DE CRISTAL
12.00€ 
INTERVENÇÕES (8 volumes)
90.00€ 
NATAL 1969 - Contos originais de Armindo Rodrigues, Graça Pina de Morais, Taborda de Vasconcelos
17.50€ 
O LIVRO DA EDUCADORA
20.00€ 
MORAL E EDUCAÇÃO CÍVICA 1ª, 2ª E 4ª CLASSES
12.50€ 
OBRAS COMPLETAS DE LUCIANO PEREIRA DA SILVA
130.00€ 
PERSPECTIVA HISTÓRICA DA FICÇÃO PORTUGUESA das origens ao século XX
30.00€ 
ALEXANDRA ALPHA
22.00€ 
SEM TRÉGUAS
10.00€ 
A EXPANSÃO DOS PORTUGUESES NO PERÍODO HENRIQUINO
17.50€ 
Valor dos artigos:
Número de artigos:
16 
Custos de envio:
€ 
TOTAL DA ENCOMENDA:
€ 
NEWSLETTER
E-mail:
Se deseja receber no seu e-mail novidades sobre os nossos artigos, coloque o seu endereço de E-mail e clique em Subscrever

  Autorizo que o meu e-mail seja utilizado para o envio de informações comerciais(newsletter, lista de novidades,…)
O nosso website usa cookies para melhorar e personalizar a sua experiência de navegação. Ao continuar a navegar, está a consentir a utilização de cookies      ENTENDI LER MAIS
Este livro já está no seu carrinho !